a origem da internet
Internet é um conjunto de redes que se comunica entre si, é a rede das redes. A ideia de conectar computadores em rede surgiu na década de 60, quando os computadores ainda eram enormes e só podiam realizar uma tarefa por vez.

 

A rede mundial de computadores surgiu em plena Guerra Fria. As duas superpotências naquela época: União Soviética e EUA, já sabiam sobre o poder dos meios de comunicação e tentavam incansavelmente criar novos mecanismos, novas tecnologias ou qualquer ferramenta que pudesse contribuir nessa disputa.

Mapa lógico da ARPANET em 1977.

Mapa lógico da ARPANET em 1977.

Com medo de um ataque aéreas as bases militares que poderia trazer a público informações sigilosas, o governo dos EUA idealizou um modelo tecnológico de troca e compartilhamento de informação que permitisse a descentralização das mesmas. Assim, se as bases militares fossem atacadas, as informações armazenadas ali não estariam perdidas. Para tanto, era preciso criar uma rede, então criaram a ARPANET, criada pela ARPA, sigla para Advanced Research Projects Agency. A ARPANET funcionava através de um sistema conhecido como chaveamento de pacotes, que é um sistema de transmissão de dados em rede de computadores no qual as informações são divididas em pequenos pacotes.
 
Em Outubro de 1969 ocorreu a transmissão do que pode ser considerado o primeiro e-mail da história. O texto desse primeiro e-mail seria “LOGIN”, conforme desejava um professor da UCLA (Universidade da Califórnia), mas o computador no Stanford Research Institute, que recebia a mensagem, parou de funcionar após receber a letra “O”.
 

BBN's TIP

A BBN Technologies simplifica o design de um computador em 1971, para ele possa ser transferido para uma plataforma menos pesada que é capaz de suportar a entrada de vários hosts ou terminais.

Na década de 70 a ARPANET começou a ter dificuldades em administrar todo o sistema, devido ao grande e crescente número de localidades universitárias contidas nela. Dividiu-se então este sistema em dois grupos, a MILNET, que possuía as localidades militares e a nova ARPANET, que possuía as localidades não militares. O desenvolvimento da rede, nesse ambiente mais livre, pôde então acontecer.
 
O Governo dos EUA decidiu investir na criação de computadores mais poderosos (backbones), computadores com capacidade de dar vazão a grandes fluxos de dados, como canais de fibra óptica, elos de satélite e elos de transmissão por rádio. Jovens da contracultura, engajados com a difusão da informação e empresas visionárias com seus respectivos interesses, contribuíram decisivamente para a formação da Internet.
 
Já na década de 90, o cientista Tim Berners-Lee, do CERN, desenvolveu a World Wide Web, possibilitando a utilização de uma interface mais amigável e a criação de sites mais dinâmicos e visualmente interessantes, alguns anos depois, a empresa norte-americana Netscape criou o protocolo HTTPS (HyperText Transfer Protocol Secure), possibilitando o envio de dados criptografados para transações comercias pela internet.
 
A partir daí, a Internet cresceu em ritmo acelerado. Muitos consideram a maior criação tecnológica depois da televisão, que surgiu na década de 1950. A década de 90 tornou-se a era de expansão da Internet. Para facilitar a navegação pela Internet, surgiram vários navegadores como, por exemplo, o Internet Explorer da Microsoft e o Netscape Navigator. O surgimento acelerado de provedores de acesso e portais de serviços online contribuíram para este crescimento. A Internet passou a ser utilizada para diferentes interesses e por diversos usuários. Para contribuir ainda mais para a ascensão da rede, o número de desenvolvedores cresceu junto com o que já poderia ser considerado um mercado, Internet.

Comments